(51) 3338 0220
missel@missel.com.br

VOCÊ SABE RECEBER CRÍTICAS?

Por Simoni Missel

Este é um dos maiores desafios dos profissionais dentro das empresas: receber críticas com maturidade e transformá-las em crescimento pessoal e profissional. A verdade é que poucas pessoas têm habilidade para extrair de uma crítica o que ela tem de valioso e transformador.

As críticas corretivas são tão poderosas que podem transformar a vida das pessoas para melhor ou para pior, e isso depende de como cada um vai interpretar a informação. Alguém transforma uma crítica corretiva em construtiva quando tem um interesse verdadeiro em saber qual o impacto das suas atitudes nas outras pessoas. As críticas não representam o que você é, mas como as pessoas o percebem e/ou como se sentem na sua presença, o que é bastante importante.

Ainda estamos muito longe do estágio onde a grande maioria das pessoas tem habilidade para receber críticas, tanto no ambiente corporativo como nos relacionamentos pessoais: familiar e social. Receber  feedback torna-se mais fácil quando o feeder (quem dá o feedback) é alguém em que se confia, se admira, e quando feedback é dado de forma clara e tranquila. É difícil aceitar nossas necessidades de melhoria, e ainda mais difícil admiti-las para outras pessoas.

Um estudo conduzido pela equipe do instituto canadense PsychTests, com três mil pessoas, mostrou que as pessoas, em geral, estão despreparadas para lidar com as críticas que recebem no dia a dia.

O estudo apontou que:

– 66% dos participantes admitiram que ficam incomodados com o “feedback corretivo”, não mudam o comportamento e nem conversam com quem deu o feedback para esclarecer suas dúvidas.

– 14% acham que quem critica o faz por inveja ou raiva.

– 29% acham que os comentários são feitos com o intuito de lesar e não ajudar.

– 34% perdem a motivação para trabalhar quando são avaliados desfavoravelmente.

– 41% já entraram em grandes discussões após serem censurados pelo menos uma vez.

O rancor, a mágoa, a raiva, a vitimização, sentir-se ofendido ou até mesmo “levar para o pessoal” têm sido as reações mais comuns daqueles que recebem algumas críticas. A dificuldade de receber feedbacks corretivos (assim chamadas as críticas construtivas) é inversamente proporcional a algumas competências que precisam ser desenvolvidas como autoconhecimento, autoconfiança, inteligência emocional, humildade de reconhecer as limitações e abertura para um novo mindset.

No mundo corporativo, muitos problemas surgem a partir de ruídos causados pela dificuldade de aceitação e a capacidade de assimilação de feedbacks corretivos. Isso é lamentável, pois querer provar que está correto faz com que muitas pessoas percam grandes oportunidades de refletir sobre seus comportamentos e, consequentemente, abram mão da chance de aperfeiçoá-los, evitá-los, ou até mesmo mantê-los, quando esta for a melhor opção.

Uma prova de que o mundo corporativo ainda carece de profissionais que tenham maturidade emocional para receber críticas é que a mesma pesquisa revelou que um em cada cinco gestores não aceita “feedbacks corretivos” de seus subordinados.

VEJA 6 DICAS DE COMO RECEBER CRÍTICAS:

  1. Analise racionalmente o conteúdo da crítica, buscando entender a percepção do outro sem julgamentos
  2. Procure compreender a lógica do raciocínio do feeder (quem fez a crítica)
  3. Analise se o momento é oportuno para dar continuidade ou se é melhor continuar a conversa em outro momento.
  4. Demonstre interesse em compreender o outro, mesmo que seja contrário as suas opiniões.
  5. Apresente seu raciocínio baseado em exemplos e de forma tranquila.
  6. Não tente convencer o outro que a sua opinião é a correta. Apenas exponha seus argumentos de forma objetiva.


Voltar