(51) 3338 0220
missel@missel.com.br
qualidade-de-vida

O QUE MAIS IMPACTA A QUALIDADE DE VIDA DOS LÍDERES

*Por Simoni Missel

Pesquisa revela os dois principais fatores na personalidade dos líderes que contribuem para Qualidade de Vida.

Um dos temas alvo de discussão nos Fóruns de debate sobre Liderança é a importância da Qualidade de Vida destes profissionais, ao mesmo tempo em que aumentam suas exigências para o cumprimento de metas e bons resultados nas empresas. A Qualidade de Vida tem sido desejada por muitas pessoas nos grandes centros urbanos e naspequenas cidades. Muitos defendem que o ritmo frenético nas organizações não permite que se conduza uma carreira profissional bem-sucedida, e ao mesmo tempo se leve uma vida saudável física, emocional e socialmente no ambiente em que vivem.

Motivada pelo desafio de compreender se esta análise do mundo corporativo é ou não verdadeira, realizei estudos sobre as características de personalidade dos líderes que podem influenciar na maneira como administram suas vidas, proporcionando assim, maior ou menor qualidade de vida.

Coordenei uma pesquisa, premiada em congresso internacional e realizada pela Missel Capacitação Empresarial. A pesquisa, realizada com mais de 200 entrevistados em posições de liderança de 27 grandes empresas brasileiras, apontou que a personalidade do líder interfere significativamente no estilo de liderança e na sua qualidade de vida.

O estudo foi realizado a partir do conceito de Qualidade de Vida (QV) estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que considera quatro fatores que influenciam diretamente na QV dos profissionais:

– Ambiente em que vivem e trabalham

– Condições psicológicas

– Relacionamento social

– QV total que inclui todos os 3 fatores citados acima.

Analisei na pesquisa cinco características de personalidade (descritas abaixo) em mais de 200 entrevistados em posições de liderança. São elas:

  • Socialização: avalia se o executivo tem uma boa capacidade de convivência social e relacionamento interpessoal.
  • Extroversão: indica se o executivo é comunicativo, ativo, assertivo e agregador no contexto do trabalho e das organizações.
  • Abertura às novas experiências: avalia se o executivo tem curiosidade e dá importância às novas experiências e ideias.
  • Realização: mede o grau de organização, pontualidade, persistência, controle e motivação.
  • Instabilidade Emocional: avalia às características de resiliência, emocionais e equilíbrio para lidar com situações de estresse e pressão.

Posteriormente, relacionei qual das cinco características acima favorece ao líder melhor qualidade de vida. A pesquisa revelou que são duas as características de personalidade dos líderes que mais contribuem para que tenham melhor qualidade de vida:

Extroversão e Equilíbrio emocional.

Os resultados mostram que os líderes com mais facilidade para estabelecer interações sociais, dinâmicos e comunicativos apresentam mais satisfação com a sua qualidade de vida, enquanto aqueles que apresentam elevada instabilidade emocional e baixo autocontrole têm sua qualidade de vida mais prejudicada.

Portanto, concluímos que as características emocionais e a maneira como o líder responde as situações de estresse no dia a dia tem forte relação com sua qualidade de vida.

Por Simoni Missel*

*Simoni Missel é Coach Executiva, especialista em Gestão de Pessoas, mestre em Psicologia e Sócia diretora da Missel Capacitação Empresarial.



Voltar