(51) 3338 0220
missel@missel.com.br
big data human

O LÍDER BIG DATA

Por Simoni Missel*

O Líder Big Data tem acesso a informações nunca disponibilizadas e analisadas antes. As empresas podem tornar acessível para sua equipe dados utilizados pelos melhores especialistas de mercado. Porém, para aplicar, analisar estas ferramentas adequadamente e transformar os dados em resultados, as empresas precisam de pessoas e equipes capacitadas e este tem sido um dos grandes desafios vividos pelas lideranças empresariais. Interpretar os diversos inputs diários e transformá-los em diferencial competitivo é a chave para o crescimento das empresas.

Mas afinal o que é Big Data?

Big Data representa uma alta capacidade de processamento e análise de dados disponíveis através de sistemas e redes sociais para contrução de informações com alto valor agregado. O trabalho do Big Data é transformar estes dados em registros estruturados e informativos sobre determinada área de estudo. Existe ainda a possibilidade de cruzar estes dados com outros fatos, definir métricas e estabelecer objetivos, tornando-os conhecimento para melhorar o desempenho. Estas informações poderão desenvolver ainda mais o negócio ou lhe oferecer vantagem competitiva em relação a seus concorrentes.

Há muito pouco tempo, ouvíamos falar nestes conceitos como uma tendência ou novidade, mas hoje já fazem parte da nossa realidade. Todas estas ferramentas geram grande volume de dados digitais e numa velocidade e variedade de formatos, muitas vezes em tempo real. Além disso, as ferramentas de Big Data já são bastante acessíveis, através de softwares online de baixo custo. As organizações que conseguirem transformar estes dados em informações diferenciadas e estratégicas estarão à frente, com maior agilidade e assertividade.

Porém, de nada adianta informações armazenadas sem que sejam transformadas em informações gerencias de relevância para o negócio, ou para a vida das pessoas.

É por isto que o mercado está em busca de Lideranças Big Data, que ampliam sua área de expertise analisando infinitas possibilidades de negócios que surgem e sabem gerar valor sobre estes dados. Cientista de Dados é hoje um especialista na gestão estatística complexa, um profissional fundamental para fornecer informações relevantes aos líderes e gestores das organizações. O cientista de dados é um especialista em coletar grande quantidade de dados e transformá-los em formato prático, colocando-os em ordem e padronizando, bem como, detectando tendências que poderão ajudar no resultado da empresa.

O Big Data tem sido um grande aliado no mundo corporativo gerando informações para o setor de RH. Líderes de empresas com grande número de funcionários tem utilizado este recurso para tomar decisões estratégicas, com objetivo de identificar o perfil de suas equipes e determinar ações de desenvolvimento com precisão e eficácia.

Por outro lado, muito tempo e recursos foram dedicados à formação de cientistas de dados e a especialização desses profissionais nas empresas, mas muito pouco foi investido para preparar o desenvolvimento das competências fundamentais em profissionais de áreas menos técnicas para capacitá-los a administrar as informações oriundas do BigData, em todas áreas de negócio.

Já somos profissionais fazendo parte de um novo ciclo gerencial que exige dos líderes organizacionais que se preparem, cada dia mais, para administrar uma diversidade de dados e indicadores fornecidos pelo Big Data, com o objetivo de potencializar as decisões a serem tomadas, tanto táticas como estratégicas.

Algumas das principais competências para os Líderes que sabem administrar as informações do Big Data são:

– Capacidade analítica para relacionar dados diversos

– Visão sistêmica e estratégica para trabalhar com estas informações alinhadas a estratégia da empresa.

– Data Storytelling: habilidade para ser um bom contador de histórias. Informações por si só não dizem nada, uma história com começo, meio e fim é que dirá o que é tendência, o que é provável e o que é possível.

– Inteligência Emocional e conhecimento, de seus pontos fortes e oportunidades de melhorias.

– Capacidade de dar / receber Feedback Corporativo sistematicamente.

– Relacionamento interpessoal humanizado e compreensão dos diferentes perfis.



Voltar